Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / 2008-2016: O crescimento do Paris Saint-Germain

2008-2016: O crescimento do Paris Saint-Germain

psg

O Paris Saint-Germain foi fundado em 1970 e tem 46 anos de história. Já passaram pelo clube jogadores como: Nicolas Anelka, Gabriel Heinze, Marcelo Gallardo, Mauricio Pochettino, Juan Pablo Sorín, Leonardo, Raí, Ronaldinho Gaúcho, Nenê, Pauleta, Mario Yepes, Mikel Arteta e tantos outros. Muita coisa mudou no clube da capital francesa desde a passagem desses jogadores. Atualmente o PSG é tetracampeão francês, mas passou de 1994 até 2012 sem conquistar a Liga Francesa. Antes dos anos 2000 o clube tinha conquistado a competição apenas duas vezes (1986 e 1994), mas hoje já é hexacampeão e o que se espera é que o número de títulos aumente cada vez mais.

A história do PSG não tem grandes títulos, mas tem grandes jogadores e momentos marcantes, no entanto hoje a análise vai tratar dos acontecimentos entre 2008 e 2016 que fizeram e estão fazendo do Paris Saint-Germain um clube cada vez mais importante no cenário continental.

2008-2009

43550

Na época 2008-2009, o PSG trouxe os experientes Claude Makelele, Ludovic Giuly e Mateja Kezman. O clube também manteve o guarda-redes Landreau, 0 lateral Armand e o médio Rothen. Depois de ter decepcionado na época 2007-2008 ficando na 16.ª posição, o plantel parisiense precisava de mudanças para não decepcionar a claque. No fim da Liga Francesa em 2009, o PSG terminou na 6.ª posição com 19 vitórias em 38 jogos disputados.

2009-2010

49387

A mídia francesa estava apostando no PSG como um dos candidatos ao título. Gregory Coupet chegou para ser o guarda-redes principal e o avançando turco Erdinç que jogava no Souchaux onde marcou 25 golos, também foi contratado.

No fim do campeonato, o Paris Saint-Germain acabou decepcionando seus adeptos ficando apenas na 13.ª posição com 12 jogos ganhos. O clube marcou 49 golos na competição e Erdinç foi o jogador que mais marcou a favor da equipa com 31% de contribuição marcando 15 vezes a favor dos parisienses.

2010-2011

54028

Depois de decepcionar na época 2009-2010, o clube esperava ao menos conseguir uma vaga na Liga dos Campeões. Em meio aos problemas políticos e a desmotivação da claque, o PSG trouxe o brasileiro Nenê (Ex-Monaco) e Mathieu Bodmer (Ex-Lyon). Os dois se juntaram a Makelele, Coupet, Giuly, Ceará, Kezman e Sessegnon.

No fim da época, o Paris Saint-Germain terminou a Ligue 1 em 4° com 60 pontos. Nenê foi o artilheiro da equipa na época marcando 14 dos 51 golos.

2011-2012

58379

2011 foi o ano em que tudo começou a mudar para o Paris Saint-Germain. Com investimentos do Catar, o clube começou a contratar grandes jogadores para o plantel. Nessa janela foram 80 milhões investidos em compras. Javier Pastore deixou o Palermo por 43 milhões de euros. Sissoko, Sirigu e Jeremy Ménez também deixaram o futebol italiano para se juntarem aos franceses. Matuidi, Douchez, Gameiro, Bisevac e Diego Lugano foram os outros reforços.

Com aposentadoria de Makelele e Coupet (ambos com 38 anos), o PSG precisou investir para se manter firme na Liga Francesa. Sirigu e Douchez chegaram para assumirem a baliza, Pastore chegou com status de estrela, Bisevac e Lugano chegaram para dar solidez defensiva ao clube que já tinha o central Mamadou Sakho. As chegadas de Matuidi e Ménez deram mais qualidade técnica entre médios e trincos e Kevin Gameiro que vinha se destacando no Lorient, chegou para assumir o ataque.

Mesmo com todos esses reforços, o trabalho do técnico francês,  Antoine Kombouaré não estava agradando e em dezembro de 2011 ele foi demitido após duas época. Para seu lugar chegou nada mais, nada menos que o italiano Carlo Ancelotti. A chegada do treinador foi o que faltava: juntou a qualidade dos jogadores, o apoio financeiro e um grande treinador para poder trazer sucesso ao clube.

Terminada a época 2011-2012, o clube terminou a Liga Francesa com o vice-campeonato com 79 pontos. Nenê foi o artilheiro da competição com 21 golos e na Liga Europa, a equipa venceu 3 jogos dos 6 disputados na fase de grupos. Era o início de uma revolução que transformaria o Paris Saint-Germain de uma vez por todas como uma das potências do futebol mundial.

2012-2013

30478

Ainda na época 2011-2012 durante a janela de janeiro, o PSG trouxe os brasileiros Alex (Ex-Chelsea), Maxwell (Ex-Barcelona) e Thiago Motta (Ex-Internazionale). Desses 3 brasileiros, Thiago Motta é o único naturalizado italiano.

Depois do vice-campeonato na época passada, a equipa de Ancelotti se reforçou ainda mais! Chegaram: Ezequiel Lavezzi, Zlatan Ibrahimovic, Thiago Silva, Van Der Wiel e Marco Verratti. Lucas (ex-São Paulo), também foi contratado, mas permaneceu no futebol brasileiro até janeiro de 2013.

O italiano Marco Verratti deixou o Pescara onde começou a jogar com 16 anos e se juntou ao Paris Saint-Germain com apenas 19 anos. Com todos esses investimentos o clube conseguiu finalmente depois de 19 anos conquistar a Liga Francesa. Com 83 pontos e 25 vitórias em 38 jogos, o clube teve Ibrahimovic como artilheiro da Ligue 1 com 30 golos. Na Liga dos Campeões o clube chegou até os quartos de final quando foi eliminado pelo Barcelona.

2013-2014

35031

Assim como na época passada, o Paris Saint-Germain conquistou o título da Ligue 1 e Ibrahimovic foi o artilheiro. Chegaram: Cavani (Ex-Napoli) e Marquinhos (Ex-Roma). Contratações pontuais que deram ainda mais qualidade ao plantel. Mesmo assim, o PSG mais uma vez foi eliminado da Liga dos Campeões nos quartos de final, dessa vez contra o Chelsea.

Diego Lugano e Kevin Gameiro deixaram o clube após perderem espaço, Leonardo (dirigente brasileiro), deixou o clube após uma punição e Ancelotti rumou ao Real Madrid, deixando o cargo no comando de Laurent Blanc.

2014-2015

70136

David Luiz chegou ao clube, Jeremy Ménez e Alex foram para o Milan, Jallet rumou ao Lyon e inacreditavelmente, o clube vendeu o jovem Kingsley Coman para a Juventus.

O clube conquistou a Liga Francesa e foi eliminado mais uma vez da Liga dos Campeões nos quartos do final contra o Barcelona como em 2013. Na Ligue 1, Ibrahimovic e Cavani foram os jogadores que mais marcaram pelo clube na época.

2015-2016

72323

O Paris Saint-Germain investiu mais de 550 milhões de euros em 5 anos para ter um dos planteis mais fortes do futebol mundial. Di María chegou como grande destaque depois de ser campeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e junto a ele chegaram também: Kevin Trapp, Aurier e Kurzawa.

Campeão da Ligue 1 com incríveis 30 vitórias em 38 jogos e 96 pontos conquistados, o clube da capital teve Ibrahimovic mais uma vez e pela última vez como artilheiro e como costumeiramente, foi eliminado nos quartos de final da Liga dos Campeões, dessa vez contra o Manchester City.

2016-2017

76337

Ibrahimovic, David Luiz, Sirigu, Digne, Stambouli e Van Der Wiel deixaram o clube. Insatisfeito com os insucessos na Liga dos Campeões, o clube encerrou seu vinculo com Laurent Blanc e trouxe o especialista em competição continental, Unai Emery, espanhol que se destacou pelos títulos da Liga Europa conquistados com o Sevilla.

Junto ao treinador espanhol chegaram: Jesé Rodríguez, Grzegorz Krychowiak, Thomas Meunier e Hatem Ben Arfa. Vale lembrar que em 2017 o argentino Giovani Lo Celso que está no Rosário Central, também se juntará ao plantel parisiense.

Na atual época o clube disputou 11 jogos pela Liga Francesa e venceu 7 jogos, e empatou e perdeu 2 jogos. Cavani e Di Maria estão se destacando como os grandes craques da equipa até aqui.

Pela Liga dos Campeões, o clube se encontra no GRUPO A junto com Arsenal, Basel e Ludogorets. Até aqui são 4 jogos, 3 vitórias, 1 empate e nenhuma derrota. O que se espera é que com o tempo, Unai Emery consiga fazer um bom trabalho para poder ir além do domínio nacional e dos quartos de final da Liga dos Campeões.

epa2015-one-use

Ibrahimovic deixou Paris neste ano como o maior artilheiro da história do clube.

Pela Liga dos Campeões o clube tem desde sua fundação: 84 jogos disputados, 45 vitórias, 17 empates e 22 derrotas e na Liga Europa são 72 jogos, 32 vitórias, 24 empates e 16 derrotas.

Desde 2008 o Paris Saint-Germain conquistou 16 títulos. O tetracampeonato da Ligue 1, o bicampeonato da Champions Cup e ganhou também 3 vezes a Copa da França e a Copa da Liga Francesa.

A evolução do clube desde a chegada dos investimentos do Oriente Médio é notória! Antes de todas as contratações de peso, reformulações e títulos, o PSG era apenas um clube de tradição e com grande número de adeptos que não conseguia bons resultados, mas agora o clube é a grande potência do país nacionalmente e continentalmente.

Comentar