Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / À distância de uma vitória: Famalicão 2-1 Varzim

À distância de uma vitória: Famalicão 2-1 Varzim

Em dia de muita chuva no norte do país, foi um mar de gente aquele que se deslocou ao Estádio Municipal 22 de Junho para assistir a mais um grande Famalicão-Varzim. Os da casa sabiam que com uma vitória ficariam à distância de 3 pontos de se sagrarem campeões e de, consequentemente, atingirem a promoção à Liga 2. Já os homens de Vitor Paneira, a atravessar uma fase de menor fulgor, queriam vencer para manter o segundo lugar na competição, algo que não se verificou.

Medeiros mostra como se faz

Entrada fortíssima do Famalicão que, aos 4 minutos de jogo, colocou os seus adeptos em rejubilo total. Cruzamento tenso de Joel e Medeiros, em grande forma, a finalizar com classe. Era o primeiro golo dos comandados por Daniel Ramos e uma entrada desastrada dos lobos do mar.

Reação varzinista encontrou um Famalicão de outro nível

A pouco e pouco o Varzim foi tentando reagir ao golo madrugador de Diego Medeiros. O jogo varzinista passava principalmente na procura do avançado Diego Mourão. O brasileiro, de costas para a baliza, tentaria então servir as duas setas que o Varzim tinha nas alas. Na direita, Hamilton. Na esquerda, Rui Coentrão. Mas o Famalicão não tremia com as investidas da equipa visitante. Alimentando-se no inferno azul e branco, o líder do campeonato controlava o jogo, mostrando solidez e grande maturidade. Foi assim que se chegou ao intervalo com 1-0 para os de Famalicão.

Segunda parte trouxe emoção ao derby

O Varzim tinha de correr atrás do prejuízo e chegou a colocar a bola dentro da baliza de Murta mas o árbitro Luís Catita anulou, e bem, o golo varzinista por falta sobre Joel ainda antes do remate para o fundo das redes. Protestavam Alexandre Vilacova e Vitor Paneira no banco do Varzim mas o Famalicão voltava a acelerar o jogo e num rápido contra ataque o Varzim fica reduzido a 10 elementos, por expulsão de Tiago Lopes. Poucos minutos depois, Éder Diego, em mais uma bela jogada de envolvimento, fez o 2-0 para os famalicenses.

O Varzim não atirou a toalha ao chão e na transformação de um livre, com algumas culpas para o guarda redes Murta, conseguiu reduzir e manter a incerteza e emoção no marcador. Até ao final do jogo os varzinistas tentaram chegar ao empate, com mais coração do que cabeça, mas estava escrito nas estrelas. Em Famalicão, o líder respira saúde e está a apenas uma vitória de se sagrar campeão.

Comentar