Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / AFC BOURNEMOUTH: O crescimento da equipa de Eddie Howe

AFC BOURNEMOUTH: O crescimento da equipa de Eddie Howe

Sugestão: Fábio Neves

382bcbb400000578-0-image-a-12_1473590461935

O clube leva o nome da cidade e fica localizado em Dorset onde joga dentro do Vitality Stadium com uma capacidade para 11.700 adeptos. Com 3 títulos nacionais em sua história, o Bournemouth quer fazer bonito e subir cada vez mais sob 0 comando do grande Eddie Howe.

Fundados em 1890 (126 anos de história), a equipa vem figurando na Premier League e se mantendo bem. O treinador tem feito um belíssimo trabalho e consequentemente está sendo especulado no Arsenal e também na Seleção Inglesa.

O patrocínio da equipa vem de Gibraltar e os principais destaques do plantel são: Boruc, Arter, Wilshere, Ibe e Wilson. Com 3 vitórias, 2 derrotas e 1 empate, o clube se encontra na 10°posição da Premier League na época. No ano passado a equipa conquistou a Championship (2°divisão) e o acesso a Liga Inglesa e neste ano ficaram perto de voltarem a atuar no segundo pelotão do futebol inglês ficando na 16°posição. Mesmo sem estrelas, o clube se vira como pode e sob o comando de Howe estão conseguindo se manterem firmes no mais alto nível do futebol nacional.

Campeões da Copa da Liga (Nível 2) em 1984 e campeões da Football League One (3°divisão) em 1987, o Bournemouth tem crescido ano após ano, época após época quando poucos esperam que isso aconteça.

lineup111476635596818

Jogando no tradicional 4-2-3-1, o clube inglês tem a segurança na baliza por parte do experiente guarda-redes polonês, Artur Boruc. Com o irlandês Arter na condução, armando e desarmando, velocidade pelos flancos com Stanislas e Ibe, Wilshere na criação e Wilson na frente como único avançado, a equipa tem consistência e traz consigo as qualidades nas finalizações, ataques pela direita, longos remates e tiros livres.

Entre os substítutos, alguns se destacam: o holandês Nathan Aké que pertence ao Chelsea e pode atuar pelo lado esquerdo, como central ou trinco, o australiano Brad Smith (ex-Liverpool), que pode atuar como central e também pelo lado esquerdo e o avançado Benik Afobe que atuou por várias equipas inglesas (inclusive passou pelo Arsenal).

Jack Wilshere foi emprestado pelo Arsenal em um negócio em que todos saíram ganhando: o Arsenal diminui o excesso de opções na posição, o Bournemouth ganha talento na criação e Jack Wilshere ganha tempo de jogo, se livra da pressão de um clube grande e é apoiado pela claque da equipa de Dorset.

Com alguns talentos individuais, um plantel bem administrado, um grande treinador e uma equipa bem treinada taticamente, o Bournemouth segue firme na Premier League para crescer cada vez mais.  

Comentar