Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Alavés 0-6 Barcelona | Vitória fácil diante de adversário permissivo

Elevado sentido de oportunidade Blaugrana.
Futebol / Alavés 0-6 Barcelona | Vitória fácil diante de adversário permissivo

À partida a um ponto do Real Madrid, mas com mais dois encontros disputados, o Barcelona não podia perder mais terreno na luta pelo título de campeão espanhol que conquistou nas duas últimas temporadas. Foi neste panorama que os orientados de Luis Enrique subiram ao relvado para defrontar a equipa do Alavés, que havia triunfado surpreendentemente na visita a Camp Nou, na primeira volta (2-1). Este era um encontro que reunia grande expetativa, já que representava uma final antecipada da Taça do Rei, para a qual os dois clubes haviam confirmado o apuramento, a meio da semana.

Ivan Rakitić voltou a figurar no onze, num jogo em que o internacional português André Gomes foi titular

Os primeiros minutos não foram fáceis para o conjunto forasteiro, que tinha dificuldades em penetrar na compacta organização defensiva do Alavés, dado o grande povoamento do centro do terreno. Até à meia hora, foram poucos os lances de golo, sendo apenas de destacar um remate algo ameaçador de Messi, logo no início do encontro, e uma grande jogada de Theo Hernández, já na segunda metade do primeiro tempo, na qual ter Stegen foi obrigado a grande intervenção.

Aos 37 minutos, surgiu o primeiro golo do encontro – boa jogada coletiva do Barcelona, com a bola a passar por muitos jogadores, tendo depois surgido Luis Suárez na grande área a finalizar, depois de alguma displicência de um defesa do Alavés na abordagem ao lance. Quase sem tempo para os adeptos Blaugrana festejarem, a equipa capitaneada por Lionel Messi chegou ao segundo golo, aproveitando um erro inacreditável do guardião Pacheco, que ofereceu de mão beijada o tento fácil a Neymar.

Chegado o intervalo, reinava a consternação na face dos adeptos do Alavés, que viam a sua equipa sucumbir na reta final do primeiro tempo, após cerca de meia hora de bastante bom nível.

Luis Suárez bisou no encontro e isola-se agora no topo da lista dos melhores marcadores do campeonato

O Alavés regressou dos balneários com uma disposição no terreno mais ousada e, aos 46 minutos, podia mesmo ter reduzido para 1-2, não fosse ter Stegen fazer (mais) uma magnífica defesa, isto após um remate portentoso de Christian Santos.

Sem ter sabido dar sequência a esse lance, o Alavés viria a passar pela pior fase da partida entre os 59 e os 67 minutos, altura de desnorte completo que lhe custou mais quatro golos (de Messi aos 59, autogolo de Alexis aos 63, de Rakitić aos 65 e, por fim, de Suárez aos 67). Após esse período de intranquilidade total, os culés estabilizaram no encontro, o que teve muito a ver com a redução do ritmo do adversário, não se tendo alterado mais o resultado até final. Durante a fase terminal do encontro, o único aspeto que há a destacar é mesmo a lesão grave de Aleix Vidal – aparentemente no tornozelo – que saiu de campo de maca e em visível sofrimento. Nesse sentido, o Futebol Portugal deseja uma rápida recuperação ao atleta.

Com este resultado, o Barcelona ascende provisoriamente ao primeiro posto do campeonato espanhol, somando agora 48 pontos (mais dois que o Real Madrid, mas com mais três partidas jogadas). Por sua vez, o Alavés tem agora a 12.ª posição em risco e pode ver os concorrentes diretos distanciarem-se.

O Futebol Portugal deseja rápidas melhoras a Aleix Vidal

Comentar