Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Arsenal falha assalto à liderança e Liverpool bate Fulham nos descontos

Arsenal falha assalto à liderança e Liverpool bate Fulham nos descontos

gerrard

Na Premier League, jogou-se esta quarta-feira a jornada 26, que incluía um sempre apetecível Arsenal x Manchester United. Apesar da terrível época que os “red devils” têm vindo a protagonizar, a sua deslocação a Londres não deixava de causar grande expectativa, em grande parte por causa da goleada sofrida pelos “gunners” em Liverpool, na última ronda, mas também pela atitude demonstrada pelos homens de David Moyes diante do Fulham, no passado fim-de-semana, que deixava antever um possível ressurgimento do United na senda dos bons resultados.

O estádio Emirates não seria, à partida, o melhor palco para que tal se verificasse, mas a verdade é que a formação de Manchester se bateu de igual para igual com um Arsenal que até tinha a possibilidade de se isolar – à condição – no comando da tabela, fruto do empate do Chelsea no terreno do West Bromwich e do adiamento do Manchester City x Sunderland devido ao mau tempo. A equipa de Arsène Wenger não foi capaz de aproveitar o momento menos bom dos visitantes e cedeu um empate sem golos, no qual Wojciech Szczesny acabou mesmo por ser uma das figuras em maior destaque, ao negar um golo certo a Robbie van Persie na recta final do encontro. Na outra área, também Antonio Valencia havia já aliviado sobre a linha um cabeceamento muito perigoso de Laurent Koscielny.

Na zona Oeste de Londres, em Craven Cottage, o Fulham recebeu um Liverpool com a moral em alta depois dos 5-1 ao Arsenal. Mas motivados pelo empate no último minuto em Old Trafford, os homens da casa não facilitaram a tarefa da formação orientada por Brendan Rodgers e, apesar de os visitantes se terem adiantado no marcador, o Fulham alcançou a reviravolta aos 64 minutos, por intermédio de Kieran Richardson. Mas o Liverpool ainda tinha uma palavra a dizer – ou melhor, duas. A primeira, por Philippe Coutinho, aos 72 minutos, repondo a igualdade, e a última por intermédio do experiente capitão Steven Gerrard, que converteu um penalty em período de compensação e levou os três pontos para a cidade dos Beatles.

Nos restantes jogos da noite, destaque para a vitória fora de portas do Tottenham por uns esclarecedores 4-0. Em Newcastle, a antiga equipa de André Villas-Boas não se intimidou perante um adversário tradicionalmente complicado e colocou-se em vantagem aos 19 minutos, com um golo da autoria de Emmanuel Adebayor. O melhor futebol ficou guardado para a segunda parte, período em que os Spurs “facturaram” por três vezes, com Paulinho (53′), o mesmo Adebayor (82′) e Chadli (88′) a selarem as contas da partida.

Em Stoke-on-Trent, o City local não foi além de um empate a um golo diante do Swansea, com o golo de Peter Crouch, na primeira metade, a ser anulado pelo cabeceamento vitorioso de Chico Flores, pouco depois do reatamento, que garantiu um ponto para a formação que viajou do País de Gales. Esta deslocação esteve prestes a ser em vão, já que a partida teve o seu início atrasado em vários minutos devido ao forte vento que se fazia sentir no estádio Britannia. Pior sorte tiveram Everton e Crystal Palace, em Liverpool, que acabaram mesmo por ver o encontro de Goodison Park ser adiado devido a danos na estrutura do estádio.

Comentar