Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Benfica, Porto e Sporting: O que lhes falta, o que ainda podem perder e o que tem de vender? – Parte 1

Benfica, Porto e Sporting: O que lhes falta, o que ainda podem perder e o que tem de vender? – Parte 1

Estamos a uma semana no fecho do mercado de transferências, o que falta aos três grandes? O que ainda podem perder? O que tem obrigatoriamente que vender? Questões que qualquer treinador ou adepto dos três maiores clubes portugueses querem ver o mais rapidamente respondidas.

No Futebol Portugal, iremos fazer uma análise detalhada ao estado de cada um dos clubes “grandes” portugueses, começando, pelo campeão nacional, Sport Lisboa e Benfica:

Movimentações de Mercado: As “Águias”, perderam logo no inicio do defeso, duas pedras basilares do “onze” que ajudou na conquista do campeonato na passada época: Renato Sanches, para o Bayern de Munique, por 35M€ + objectivos (pode atingir os 80M€) e Nico Gaitán, para o Atlético por 25M€. Emprestou ainda Talisca, por duas épocas aos turcos do Besiktas a troco de 2M€. Os dois primeiros já eram saídas esperadas, o último, perdeu espaço com a chegada de Rui Vitória e a sua saída tornou-se inevitável. Para o lugar de Gaitán, o Benfica tinha já adquirido o argentino Franco Cervi, em Janeiro, por 4,2M€, além do peruano Carrillo que acabou contrato com o Sporting. Para o lugar de Renato Sanches, Rui Vitória, apostou em André Horta, que fez a última época ao serviço do V.Setúbal, onde deu bons sinais que o trouxeram ao plantel principal dos “encarnados” a troca de 400 mil€. O Benfica reforçou-se ainda com o Colombiano, Guillermo Celis (2,2M€), com o argentino, Óscar Benitez (3,7M€), com Zivkovic e Kalaica, jovens promessas que chegaram a custo zero, e com o empréstimo por parte do Valência, do ex-Braga, Danilo Barbosa.

Plantel do Benfica 2016/2017:

  • Guarda-Redes: (3)
    – Júlio Cesár;
    – Paulo Lopes;
    – Ederson.
  • Defesas: (9)
    – Lindelöf;
    – Luisão;
    – Jardel;
    – Kalaica;
    – Lisandro López
    – Eliseu;
    – Grimaldo;
    – André Almeida;
    – Nélson Semedo.
  • Médios: (12)
    – Fejsa;
    – Samaris;
    – Danilo Barbosa;
    – André Horta;
    – Guillermo Cellis;
    – Franco Cervi;
    – Carcela;
    – Salvio;
    – Pizzi;
    – Carrillo;
    – Zivkóvic;
    – Benitez.
  • Avançados: (4)
    – Jonas;
    – Mitroglou;
    – Gonçalo Guedes;
    – Raúl Jimenez.

Além destes 28 jogadores, o Benfica têm ainda por colocar Abdel Taarabt, Nélson Oliveira e Rúben Amorim, entre outros.

O que pode acontecer até ao fim do mercado: 

O clube da Luz aguarda ainda a chegada de Rafa, do Braga, transferência que está presa devido à falta de acordo com o empresário do jogador. É também possível ainda a saída de alguns jogadores, como Luisão, Salvio ou Samaris, saídas, que caso se confirmem, podem obrigar o Benfica a fazer uma investida de última hora ao mercado para colmatar essas ausências, que poderá passar pela aquisição de Aderlan Santos (ex-Braga) actualmente jogador do Valência, de Garay, ex-jogador do Benfica, actualmente no Zenit e de Hernanes, sem espaço na Juventus de Itália. Até dia 1 de Setembro, tudo pode acontecer, e o Benfica conta no seu plantel com jogadores, como Lindelöf, Jardel e Jonas, que são constantemente associados a alguns clubes europeus, e no caso do último, também asiáticos, que podem apresentar, a qualquer momento, uma proposta financeiramente irrecusável por parte dos “Encarnados”. É esperar para ver e o Futebol Portugal, estará cá para acompanhar as últimas movimentações do defeso de Verão 2016.

 

parceria-sport-lisboa-benfica-669x640

Comentar