Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Clássico não foi nada “Giroud” para Mourinho: Manchester United 1-1 Arsenal

Clássico não foi nada “Giroud” para Mourinho: Manchester United 1-1 Arsenal

manchester-united-arsenal-2016-1600x900Este fim de semana em Old Trafford, o Manchester recebeu o Arsenal e empatou 1-1. Golos a serem apontados por Mata aos 70 minutos e Giroud aos 89 minutos.

Nas equipas iniciais, José Mourinho, privado de Zlatan, apostou em Rashford em vez Rooney, que começou no banco de suplentes, assim como Blind, ele que vinha sendo titular, apostando assim em Rojo e Darmian para o onze inicial.

No lado dos Gunners, Wenger, privado de Bellerin por lesão, apostou em Jenkinson, sem mais surpresas de maior nos titulares, mantendo a equipa dos ultimas partidas.

Mal começou o jogo, estávamos com 4 minutos, livre para os homens de Mourinho. Mata a encarregar-se de bater a bola e esta a passar perto do poste esquerdo da baliza de Petr Cech, susto para o guardião checo.

Após termos tido um bom começo pensávamos que íamos ter uma grande primeira parte mas nada disso. Arsenal tinha mais bola e dominava nesse aspecto mas inconsequente e sem conseguir criar oportunidades de golo. O Manchester United ficava mais na expectativa, à procura do contra-ataque.

E foi num contra-ataque bem desenhado por Pogba (quase sempre ele), a pegar na bola e a “furar” pela defesa contrária, isola Mata na zona central que remata rasteiro mas Cech faz uma excelente defesa. 5 minutos volvidos foi a vez de Martial dar um ar da sua graça, num sprint impressionante pela esquerda, puxa o esférico para o meio e remata com violência mas estava lá de novo o “muro” Cech para defender uma vez mais.

A primeira parte chegava ao fim com as expectativas defraudadas, os homens de Wenger com mais bola mas sem incomodar De Gea, com o Man Utd sempre a procurar o erro do adversário para tentar marcar.

Segunda parte e o Manchester United veio mais pressionante e com mais bola paraa tentar chegar ao golo, ganhando vários cantos. O Arsenal baixava o seu bloco e não conseguia sair em contra-ataque, já não conseguia ter bola e estava muito difícil nos primeiros 25 minutos.

Tanto domínio a ser transformado finalmente em golo, jogada vem de um lançamento lateral para Pogba, faz bem a contenção, liberta a bola na altura certa para a desmarcação de Herrera que já dentro da área cruza atrasado, onde aparece Mata, que remata colocado e rasteiro para o 1-0, aos 70 minutos.

hd-juan-mata-manchester-united-manchester-city-26102016_o49pk7z3q1lp1xuwd7n36ei2v

A partir daqui Wenger começou a lançar as linhas mais avançadas, nomeadamente Giroud e Chamberlain, para tentar fazer aquilo que não conseguia ao longo de todo o jogo, um remate enquadrado com a baliza.

Mourinho baixava seu bloco tentando estar mais a espreita de um contra-ataque à semelhança do primeiro tempo. Aos 80 minutos Rojo, após cruzamento na esquerda de Blind, saltou completamente à vontade na zona do penalti mas atirou ao lado.

89 minutos, Giroud gela Old Trafford. Jogada na direita de Chamberlain, cruza com conta, peso e medida para o segundo poste, onde aparece completamente à vontade o francês a cabecear para fundo da baliza, 1 remate à baliza de De Gea, 1 golo.

2015-10-31t162248z_89310168_mt1aci14139900_rtrmadp_3_soccer-england-swa-ars_1

Pouco depois terminava a partida, empate que acaba por ser injusto para Mourinho. Apesar de não ter sido um bom espectáculo foi a equipa que mais fez para vencer mas começou a defender demasiado cedo uma curta vantagem, com Wenger a “sacar” um ponto de Manchester graças as cartadas decisivas na segunda parte.

 

Melhor em campo: Juan Mata

manchester-united-v-sunderland

Marcou, esteve praticamente em todos os lances mais perigosos de toda a partida, soube pautar todo o jogo do United, o grande cérebro nos melhores momentos da equipa de Mourinho no jogo, saiu esgotado.

 

Equipas;

manchester-united-f-c-8 De Gea, Valencia, Jones, Rojo, Darmian (Blind 64min), Carrick (cap.), Herrera, Mata (Scheiderlin 88min), Pogba, Martial (Rooney 63min) e Rashford.

 

 

 

glf5bz7 Cech, Jenkinson (Chamberlain 83min), Mustafi, Koscielny (cap.), Monreal, Elneny (Giroud 73min), Coquelin (Xhaka 80min), Ramsey, Ozil, Walcott e Sanchez.

Comentar