Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Entrevista a Mariana Campino – “O nosso principal objetivo é ficar em primeiro da nossa série”

Entrevista a Mariana Campino – “O nosso principal objetivo é ficar em primeiro da nossa série”

14720494_1182107611835249_8899274213607585620_n

A Futebol Portugal esteve à conversa com Mariana Campino, ela que representou recentemente a seleção nacional u21 no apuramento para a Ronda de Elite do Euro 2017 do seu escalão. Atualmente joga na Associação Desportiva Ovarense.

FP: Mariana, antes demais obrigado por teres aceite a nossa entrevista.

Eu é que agradeço pela oportunidade que o Futebol Portugal me está a dar.

FP: Conta-nos, quando e como surgiu a tua paixão pelo futebol?

Jogo desde os 6 anos, portanto está visto que é desde pequena. O meu irmão andava no futebol, eu decidi experimentar também, gostei bastante. A partir daí nunca mais deixei de jogar. Foi uma paixão que foi crecendo dentro de mim

FP: No apuramento para a Ronda de Elite, a Seleção Portuguesa não começou da melhor maneira, um empate em casa contra uma Finlândia que estava bem dentro do nosso alcance, o que falhou nessa partida? Excesso de confiança?

Nunca entramos para os jogos com excesso de confiança, claro que entramos sempre com o objetivo de ganhar, nunca substimá-mos os nossos adversários, nem mesmo a Geórgia, que teoricamente era a equipa mais acessível do grupo. Mas continuando no jogo da Finlândia, achei que foi um jogo bastante bem disputado, em que estivemos por cima do jogo e mereciamos a vitória, mas infelizmente falhou-nos muito a finalização.

14907245_1345795965444994_1643231920141490785_n

FP: Com um empate frente à Itália e uma goleada por 7-0 frente à Geórgia, vocês lá conseguiram o tão desejado apuramento para a Ronda de Elite do Euro 2017. Como foi viver esses momentos?

Incrível mesmo! Conseguir ir à Ronda de Elite foi sem dúvida a recompensa do nosso esforço, trabalhámos imenso para cumprir esse objetivo.

FP: Expectativas para a Ronda de Elite do Euro 2017?

Ainda é muito cedo para falar nisso, visto que ainda não sabemos o nosso grupo, mas claro que vamos trabalhar bastante para evoluir cada vez mais, o objetivo é chegar à Ronda de Elite e fazer o nosso melhor.

FP: A nível interno, atuas na Associação Desportiva Ovarense, quais são o objetivos coletivos da tua equipa para a presente época?

Não escondemos que em termos de séniores, o nosso principal objetivo é ficar em primeiro da nossa série, depois se for possível. o objetivo é subir para a primeira. Em termos de júniores, os nossos objetivos são conseguir fazer a tal ‘dobradinha’ tal como aconteceu no ano passado, ficarmos em primeiro no campeonato distrital de Aveiro e ganhar a taça de Aveiro.

FP: Como é atuar numa equipa onde tens o teu pai como presidente? Há pressão por seres filha do presidente?

Para mim não há pressão nenhuma, simplesmente sou o que sou dentro e fora do campo.

13227072_826610337471819_8551303263800560264_n

Mariana Campino ao lado do seu pai, Paulo Campino

FP: A tua família acompanha os teus treinos e jogos?

Treinos nem sempre, mas nos jogos costumo ter sempre na bancada o meu irmão e o meu pai, já a minha mãe apesar de não ir ver os jogos, sei que onde ela estiver me está a apoiar mentalmente.

FP: Momento mais alto da tua (ainda) curta carreira?

Sem dúvida que a época passada (2015/2016) foi a melhor… Em termos coletivos, fomos campeãs em juniores e ficámos bem posicionadas. Fomos à final da taça de Aveiro em Séniores. Individualmente, fui à seleção distrital onde conseguimos uma boa classificação, e consegui concretizar um dos meus sonhos, representar a Seleção Nacional sub17, onde ganhamos o torneio de desenvolvimento só com vitorias.

14212627_1149003025145708_4139857100323109453_n

Mariana Campino a representar a Associação Desportiva Ovarense

FP: Sonhas em vencer a Bola de Ouro?

Neste momento não penso nisso. Penso em trabalhar sempre mais e mais. O que conseguir alcançar será o reflexo do meu trabalho. O meu próximo objetivo será conseguir ir ao Europeu pela Seleção u17.

FP: Tens ídolos?

Andreia Norton, Jéssica Silva e Ana Borges, são para mim grandes ídolos mesmo! Vejo nelas um bocado de mim, acima de tudo raça, querer, ambição, trabalho e não esquecendo que são portuguesas, daí há uma admiração ainda maior!! Desde que acompanho o futebol feminino, sempre foram para mim grandes exemplos a seguir no futebol, e continuarão a sê-lo!

FP: Achas que há preconceito relativamente ao futebol feminino?

Infelizmente ainda há… Não é fácil ouvir um ‘O futebol não é para meninas’ nem bocas desse tipo… Mas sinceramente, acho que todas as pessoas envolvidas no futebol feminino estão cada vez mais estão a contrair a ideia de que o futebol é só para homens.

FP: O que achas que tem que mudar para o futebol feminino se tornar um expoente máximo e conhecido no futebol mundial?

O futebol feminino tem vindo a crescer significativamente ao longo dos anos. Neste ultimo ano entraram clubes grandes que apostaram no feminino, contudo acho que se houvesse mais clubes com essa iniciativa, o futebol feminino cresceria muito mais.

FP: Em meu nome e em nome da Futebol Portugal, damos assim por terminada esta entrevista, desejo-te as maiores felicidades a nível pessoal e profissional. Um grande abraço e tudo de bom.

Mais uma vez agradeço por este convite! Felicidades para si e para o Futebol Portugal

Comentar