Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / “Gunners” caem em Old Trafford

“Gunners” caem em Old Trafford

 

Football Soccer - Manchester United v Arsenal - Barclays Premier League - Old Trafford - 28/2/16  Manchester United's Marcus Rashford celebrates scoring thier first goal with Juan Mata  Action Images via Reuters / Jason Cairnduff  Livepic  EDITORIAL USE ONLY. No use with unauthorized audio, video, data, fixture lists, club/league logos or "live" services. Online in-match use limited to 45 images, no video emulation. No use in betting, games or single club/league/player publications.  Please contact your account representative for further details.

O Arsenal foi a Old Trafford perder perante o Manchester United (3-2). Com esta derrota os gunners deixam fugir o Leicester no topo da classificação (agora a 5 pontos de distância), tendo sido ainda ultrapassados pelo rival Tottenham no segundo posto.

Apesar de ter sido forçada a encarar este jogo com o setor defensivo todo remendado, devido a inúmeras lesões, a turma liderada por Louis Van Gaal dominou a partida quase por completo, tendo marcado dois dos três golos na primeira parte. O novo miúdo-maravilha Marcus Rashford (que já tinha marcado ao Midtjylland a meio da semana) bisou em menos de 5 minutos (29′ e 32′), lançando o United para uma vantagem confortável. Porém, o Arsenal viria a reduzir 8 minutos depois por intermédio de Danny Welbeck após assistência de Özil.

A primeira parte terminava com um fulgurante Manchester United e um pálido Arsenal que, além do golo marcado, pouco ameaçou a baliza defendida por De Gea.

Na segunda metade, os red devils tornaram a entrar fortes, determinados a matar o jogo. Do lado do Arsenal, destaque apenas para as inúmeras perdas de bola e uma gravante falta de capacidade para desequilibrar ofensivamente. De modo expectável, o United voltaria à carga aos 65′, quando, após uma transição rápida, Rashford assitiu Ander Herrera para um belo remate em jeito que ainda desviou em Koscielny e traiu Petr Cech. Estava feito o 3-1 e o jogo parecia resolvido, até porque os gunners continuavam a não conseguir criar perigo junto da baliza adversária. Eis que 4 miuntos depois, completamente contra a corrente do jogo, o Arsenal tornava a reduzir, desta vez pelo próprio Özil.

Apesar do golo sofrido, o Man. United manteve o jogo controlado até final, não permitindo mais alterações ao marcador.

Na retina ficou a boa exibição dos red devils, contrastando com um Arsenal extrememente pálido e incapaz de desequilibrar um adversário todo remendado no setor mais recuado. Os gunners não só vêem o título mais longe, como também caem para o terceiro posto, por culpa dos Spurs. Começam também a ter de olhar para baixo caso o Manchester City vença nesta jornada. Uma equipa aspirante a campeã de Inglaterra tem de jogar mais que isto. Não pode falhar nos momentos decisivos e hoje pode bem ter sido um desses momentos.

Premier League ao rubro!

Comentar