Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Liga NOS, jornada 21: pelotão avança mas não muda

,
Futebol / Liga NOS, jornada 21: pelotão avança mas não muda

A ronda 21 da primeira divisão nacional começou com o confronto entre Benfica e Arouca, na sexta-feira, e terminou esta segunda-feira, com o embate entre Rio Ave e Marítimo.

Os encarnados venceram o seu último jogo sem Rui Vitória no banco de suplentes por 3-0, num jogo em que Ederson foi punido com um cartão vermelho directo depois de uma entrada dura sobre Mateus, avançado do Arouca. À semelhança do que tinha acontecido com o Nacional, os encarnados praticamente resolveram o jogo com dois golos em dez minutos – aos 25 e aos 35 minutos, Mitroglou apontava os tentos que seriam necessários ao Benfica para levar de vencido, ao intervalo, o Arouca. Ederson, como já referido, foi expulso pouco passava dos 40 minutos de jogo, num lance em que ficam algumas críticas por parte dos adeptos benfiquistas à equipa de arbitragem. Na segunda parte, Carrillo coroou a sua exibição com um belo golo, proveniente de uma excelente jogada colectiva.

No sábado, Tondela e Feirense encontraram-se num jogo que acabou com o marcador favorável ao Feirense, 0-1. O golo foi apontado por Tiago Silva, aos 82 minutos, através da marca da grande penalidade.

O Vitória FC recebeu o Chaves, num jogo que ficou marcado pelo notório equilíbrio entre as duas equipas (o jogo mais equilibrado desta jornada da Liga NOS), refletido no resultado, com um empate a zero. A equipa da casa atirou duas vezes aos ferros, demonstrando eficácia a mais e golos a menos. Por consequente, este é o terceiro jogo consecutivo do Chaves sem vencer, repartindo o 7º lugar com os sadinos, ambos com 29 pontos.

O Estoril recebeu e venceu o Paços de Ferreira por 2-1, naquela que foi a primeira vitória em 10 jogos do Estoril para a Liga NOS. Para o Paços, foi a 9 derrota fora de casa, em 11 jogos (venceram um e empataram outro). O resultado fixou-se aos 33 minutos de jogo, com o infortuno auto-golo de Pedro Monteiro. Antes tinha marcado Licá, aos 10 minutos de jogo, e Osei, aos 31, para o conjunto visitante. Com a vitória por 2-1, o Estoril, atual 15º classificado, situa-se agora 5 pontos acima da linha de água, enquanto os pacenses ocupam o 14º posto da tabela com mais um ponto.

No Minho, o Vitória SC recebeu o FC Porto e acabou por sair derrotado. Apesar da posse de bola favorável ao conjunto orientado por Pedro Martins, a falta de eficácia foi uma pedra no sapato. O Porto aproveitou e bem, marcando primeiro por Tiquinho (leva agora três golos em dois jogos pelos azuis e brancos), aos 35 minutos, e depois por Diogo Jota, aos 85, fixando o resultado final no 0-2. É a quinta vitória consecutiva dos dragões, que se mantêm a um ponto dos encarnados na luta pelo titulo.

Noutro jogo marcado pelo equilíbrio, o Nacional não foi além de um empate a 1 frente ao Belenenses, apesar de marcar primeiro, por Aristeguieta, aos 26 minutos de jogo. O emblema da cruz de Cristo só respondeu na segunda parte, por intermédio de Juanto Ortuno, aos 76 minutos, para aumentar para 8 a série de jogos sem vencer por parte dos madeirense.

O Sporting deslocou-se até Moreira de Cónegos para levar de vencido o Moreirense, num jogo que só ficou resolvido nos últimos 30 minutos de jogo. Os leões começaram a perder, quando aos 17 minutos de jogo, uma tentativa de sair a jogar por parte de Rúben Semedo correu mal e foi aproveitada pelo Moreirense para se adiantar na partida. A bola foi introduzida na baliza por Bruno César, depois de desentendimento com Patrício. Depois de 20 minutos com pouca criatividade, Bas Dost aproveitou para servir Alan Ruiz, que, com ajuda de um desvio em Diego Galo, fez o empate. Não demorou muito até ao Moreirense chegar novamente à vantagem, depois de Rui Patrício derrubar Boateng na área. Chamado à conversão do penalti, Cauê adiantou novamente o Moreirense. Só com a entrada de Podence no segundo tempo é que o Sporting chegou ao empate, depois de um remate ao poste do mesmo, aproveitado por Bas Dost. 5 minutos depois, aos 73, Adrien finalizou uma excelente jogada colectiva e deu a vitória ao Sporting.

O Braga visitava os axadrezados com a missão de não deixar fugir o Sporting no terceiro lugar, porém uma decisão da equipa de arbitragem liderada por Bruno Paixão não deixou os guerreiros levarem de vencido o Boavista, que até começou a perder, aos 9 minutos, com um cabeceamento de Stojiljkovic. O Boavista empatou de grande penalidade, por Fábio Espinho, pouco faltava para os 40 minutos.

No último jogo da ronda, o Rio Ave recebeu o Marítimo para empatar a 0. Os visitantes ainda introduziram a bola na baliza dos vila-condenses, aos 87 minutos, mas o golo foi invalidado por fora-de-jogo de Maurício. Com a repartição de pontos, o Rio Ave é 9º, com menos 1 ponto que Chaves e Vitória FC e mais 1 que Arouca. O Marítimo é 6º, com menos 3 pontos que o Vitória SC e os mesmos de vantagem para o Chaves.

Confira agora a tabela classificativa e os melhores marcadores:

A próxima jornada:

Comentar