Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Liverpool FC ou a equipa que pior contrata no mundo

Liverpool FC ou a equipa que pior contrata no mundo

dd_liverpool

Os reds, desde 2012/2013 “chefiados” por Brendan Rodgers, acumulam erros de casting constantes (Anteriormente aconteceram alguns que também irei enumerar). Talvez pela falta de títulos que persegue a equipa, o Liverpool não consegue chamar até si os grandes craques do futebol mundial e continua a pagar balúrdios (preço de verdadeiras estrelas) por jogadores medianos com um hype momentâneo.

Nas ultimas 5 épocas o Liverpool investiu cerca de 478 milhões de euros e só conquistou uma Taça da Liga durante esse período.

(Os valores de mercado referidos têm por base o site transfermarkt ; a designação “M” significa milhões de euros).

Comecemos a analisar de trás para a frente, em 2011-2012, orientados por Kenny Dalglish o Liverpool contratou:
– Downing por 23M e o seu valor de mercado era de 12M;
– Coates por 8M e o seu valor de mercado eram 2,5M;
– Andy Carroll por 41M e o seu valor de mercado eram 10M;
– Aquilani por 20M.
Total gasto em “flops” 92M quando o seu valor de mercado era de cerca de 40M, ou seja, os reds gastaram o dobro do que os jogadores valiam na altura.
E o melhor é que como dinheiro que foi investido poderiam ter ido buscar jogadores como Samir Nasri que custou 27M ao Manchester City, Cazorla custou 21M ao Arsenal ou Cavani que custou 16M ao Nápoles.

Em 2012-13 entrou Rodgers para o comando técnico do Liverpool e “trouxe” consigo nomes como:
– Assaidi por 6M
– Borini por 13M
– Joe Allen por 19M e o seu valor de mercado eram 8M
38M gastos e só Allen justificou mais ou menos o investimento feito nele. Nesse ano o Bayern foi buscar Shaqiri por 12M e o Wolfsburgo pagou 8M por Perisic.

Na época 2013-2014 a saga continua:
– Luis Alberto por 8M (vinda do Barcelona B)
– Mignolet 10M (quando tinham Reina)
– Iago Aspas por 10M
28M investido, Mignolet é titular, mas está longe de convencer os adeptos e quando na altura tinham Reina na baliza não parecia ser prioritária a contratação do belga. Nesse mesmo ano o Dortmund contratou Aubameyang por 13M, a Fiorentina comprou Gomez por 20M, Tevez custou 12M à Juventus e Bony custou 14M ao Swansea.

2014-2015 , com o dinheiro da venda de Suarez ao Barcelona, Rodgers tinha carta branca para contratar quem quisesse e escolheu alguns dos seguintes:
– Balotelli 20M;
– Markovic 25M quando o seu valor de mercado era de 15M;
– Lovren 25M e na altura o seu valor de mercado era 12M;
– Lallana 31M depois de uma boa época no Southampton mas o seu valor de mercado andaria na ordem dos 10M;
101 M gastos e nenhum deles justificou o investido, Balotelli é o que sempre se conheceu e não se percebe como é que ainda há equipas que apostam nele. Markovic e Lallana sofreram com a alteração táctica de Rodgers para o 3x5x2 e não justificaram os valores investidos neles. Lovren até começou a época como titular, mas cedo se começou a sentar no banco, dando razão a quem criticou o Liverpool por pagar 25M por ele.
Na mesma janela o Atlético de Madrid foi buscar Mandzukic por 22M e Moya (guarda-redes) por 3M, Morata saiu por 20M para a Juventus, o Sevilha foi buscar  Aleix Vidal por 3M e Otamendi foi para o Valência por 12M.

Já esta época os reds pagaram 41M por Roberto Firmino quando o seu valor de mercado eram 25M e Benteke por 46M sendo que o seu passe estava avaliado em 20M, “desperdiçando” assim os quase 70M que receberam do Manchester City pela venda do Sterling.
Já neste defeso Arda Turan custou 34M, Jackson custou 35M, Mandzukic custou 18M, Konoplyanka assinou a custo 0 pelo Sevilha, Savic trocou a Fiorentina pelo Atlético Madrid por 13M mais o empréstimo de Mario Suarez, Vidal irá reforçar o Bayern Munique por cerca de 35M.

Ou o departamento de scouting do Liverpool anda claramente a dormir, ou o poder negocial dos seus directores é muito fraco.
Com os milhões investidos nas ultimas épocas o Liverpool tinha que ter um plantel muito mais forte e capaz de lutar por diversos títulos.

Comentar