Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Mourinho lamenta morte de Manolo Preciado, antigo treinador do Gijón

Mourinho lamenta morte de Manolo Preciado, antigo treinador do Gijón

O futebol espanhol está de luto. Manolo Preciado, até agora treinador do Sporting de Gijón e que esta sexta-feira seria apresentado como novo técnico do Villareal, não resistiu a um ataque cardíaco fulminante e desapareceu aos 54 anos de idade. De entre as mensagens de consternação como a do seleccionador espanhol Del Bosque, que considera Preciado um “lutador”, a imprensa espanhola deu particular destaque à do treinador do Real Madrid, José Mourinho, com quem Manolo Preciado teve um desentendimento há duas épocas, que viria a ser sanado há cerca de três meses.

Para José Mourinho, “como colega e homem de futebol desejo neste momento muito difícil enviar a minha humilde mensagem de dor para todos os seus e para a sua família”. O treinador português reconheceu a ambição de Preciado, que estava convicto de que seria capaz de fazer o Villareal regressar ao convívio dos grandes na próxima temporada. “Manolo foi sempre um adversário digno, que descobri quando veio visitar-me, em Março, na Cidade do Real Madrid em Valdebebas. Ele tinha tudo o que eu gosto em pessoas e em desportistas: abertura, caráter e coragem para lutar contra os golpes, que foram cruelmente difíceis no seu caso”. Preciado teve um percurso de vida marcado pela tragédia, desde a morte da mulher em 2002, à conta de cancro de pele e em 2004 viu morrer o seu filho, na sequência de atropelamento.

“Deixou-nos uma figura no futebol e, acima de tudo, uma pessoa muito especial. Todo o incentivo e apoio para aqueles que o apreciam de coração. A minha memória dele será sentida e permanente”, sublinha Mourinho. Em 2010, o português acusou Preciado de “favorecer” o Barcelona e o espanhol ripostou chamando “canalha” ao treinador do Real Madrid. O treinador do Sp. Gijón reagiu à entrevista de José Mourinho à Cadena Ser e não foi nada meigo para o treinador português. José Manuel Preciado chamou “canalha” e “mau companheiro” ao Especial. “Se fez isto para obter resposta do Barcelona, não vai conseguir. Se o disse a sério, é um canalha e muito mau companheiro”, asseverou.

Na altura e em tom bastante inflamado, Preciado disse em conferência de imprensa que não gosta de José Mourinho e que o técnico português deve respeitar mesmo os clubes mais pequenos. Pelo técnico do clube asturiano, Mourinho ficava na bancada com os “Ultra Boys”, a claque do clube, mas afirma que apertará a mão ao treinador português. Na base desta troca de “mimos” está o confronto entre o Sp. Gijón e o Barcelona, em que a equipa de Preciado alinhou com alguns suplentes, e sobre o qual Mourinho disse ter sido uma oferta aos catalães.

 

Comentar