Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / O Amor de Cantona

O Amor de Cantona

cantona

 

Eric Cantona, um dos maiores ídolos do futebol mundial, está a viver em Portugal há já alguns meses e, segundo contou em entrevista à revista Time Out, já escolheu a equipa que irá apoiar no nosso país. O motivo principal, segundo contou, foi a qualidade da formação, não somente de atletas, como também de homens feita pelo clube. Dada a recente evolução da formação do Benfica, o leitor poderia pensar que Cantona é adepto dos “Red Devils” de Portugal, mas a sua escolha recaiu pela formação de Alvalade. Fácil de compreender, uma vez que esta goza de um estatuto internacional ainda sem par em Portugal. Basta recordar que a equipa que recentemente foi campeã europeia contava nas suas fileiras com 11 jogadores formados em Alcochete.

Esta competição entre quem é o melhor formador em Portugal só nos faz crescer enquanto nação futebolística porque sem jogadores de qualidade os resultados estarão sempre mais longe de se concretizarem. As expectativas são boas, temos jovens de qualidade para dar e vender e, muitos deles, já a jogarem na alta elite do futebol europeu. O futuro parece, portanto, ser bastante risonho para a equipa das Quinas.

Outra grande mudança e que me deixa particularmente feliz é o facto de já surgirem jogadores de grande qualidade de outras formações que não as dos três grandes, como os casos de Jota, André Moreira ou Rafa.

Falta apenas, a meu ver, que a “escola portuguesa de centrais”, o Futebol Clube do Porto, volte a formar grandes nomes para a posição, visto que, para mim, é a posição onde vejo que existe menos qualidade nos nossos jovens. Assim de repente, vêm me à cabeça os nomes de Rúben Semedo e Rúben Vezo. Faltando ainda ver o que podem acrescentar jogadores como Verdasco, Tobias, ou Rúben Dias.

A Eric “Le Roi” Cantona desejo que a sua estadia pelo país do galo de Barcelos seja boa e que vá ganhando carinho por outros clubes em Portugal pois isso seria sinal que o bom trabalho continua a ser feito.

Comentar