Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Olho de Tigre: Empoli 2015/2016 – Mais do mesmo

Olho de Tigre: Empoli 2015/2016 – Mais do mesmo

Logo

O Empoli terminou a época passada em 15º, 3 lugares acima da despromoção, no ano em que regressou á Série A. Esta época o objetivo passa pelo mesmo, garantir um lugar na principal competição italiana para a próxima época.

Este defeso não foi propriamente simpático com os Azzurri. Sepe, Rugani, Valdifiori e Vecino foram jogadores críticos no cumprimento dos objetivos da época passada. Mas o Empoli perdeu também o treinador Maurizio Sarri para o Nápoles. Será sob o comando de Marco Giampaolo, e com Skorupski, Hysaj, Camporese e Saponara que o Empoli atacará a nova época.

Guarda-redes: A saída de Luigi Sepe deixou um problema por resolver na baliza do Empoli. O GR italiano, titularíssimo, mostrou qualidade e garantiu alguns pontos preciosos á manutenção na Série A. Pugliese, guarda-redes que transita da época passada, e Alberto Pelagotti e Matteo Ricci, recém chegados de empréstimos, não convenceram o técnico Marco Giampaolo. A solução encontrada foi Lukasz Skorupski. O guarda-redes polaco chega da AS Roma por empréstimo por uma temporada, garantindo qualidade a uma posição critica para as aspirações dos “azzurri”.

Contratações: Lukasz Skorupski (AS Roma, Emp)

Saídas: Davide Bassi (Atalanta), Luigi Sepe (Nápoles, Fim de empréstimo), Matteo Ricci (Livorno, Emp)

Objetivos: Nenhum

Lateral-direito: Na época transata esta posição esteve entregue a Elseid Hysaj e, a menos que haja novidades no mercado de transferências, é provável que mantenha o estatuto de titular. A entrada de Bittante vem salvaguardar qualquer surpresa que possa surgir, podendo no fim implicar a saída de Vincent Laurini.

Contratações: Luca Bittante (Fiorentina)

Saídas: Nenhuma

Objetivos: Nenhum

Lateral-esquerdo: O lateral português Mário Rui foi o dono do lado esquerdo da defesa na época passada, sendo que esta época terá a concorrência do experiente Andrea Costa, que terminou a época também com muitos minutos pelo Parma. Contudo, a confirmar-se a contratação de Biraghi, é que possível que esta posição fique entregue ao ex-Inter, abrindo a porta de saída para o português.

Contratações: Andrea Costa (Parma)

Saídas: Nenhuma

Objetivos: Cristiano Biraghi (Inter)

Defesa-central: A saida de Rugani deixa um buraco gigante na defesa do Empoli. O jovem italiano demostrou muita qualidade, sendo um dos principais jogadores na época transata. A fim de pôr cobro a esta situação, Camporese perfila-se como o seu substituto, sendo que o técnico Marco Giampaolo procura ainda mais alguém para o lugar. Dos alvos do clube, Michelangelo Albertazzi é o único que poderá entrar de caras no onze, rivalizando também com Tonelli, Barba e Dermaku. Mesmo que não chegue mais um central ao central ao clube, a posição encontra com excedentários, podendo significar novo empréstimo de Martinelli.

Contratações: Kastriot Dermaku (AS Melfi), Michel Camporese (Fiorentina), Luca Martinelli (Novara, Fim de Emp)

Saídas: Romano Perticone (Trapani), Michele Somma (AS Roma, Fim de Emp), Daniele Rugani (Juventus, Fim de Emp)

Objetivos: Luca Ceppitelli (Cagliari), Hörður Magnússon (Juventus), Michelangelo Albertazzi (Milan), Marco Migliorini (Juve Stabia)

Médio-centro: O Empoli habitualmente joga com um sistema de 4 jogadores em losango meio campo, 3 jogadores mais recuados e um “10” bem definido. As saídas de Valdifiori e Vecino darão espaço para Zielinski e Signorelli se afirmarem, estando a outra posição mais recuada á partida entregue a Croce que foi um titular habitual a época passada. Relativamente á posição “10”, essa está mais que entregue a Saponara. O criativo esteve por empréstimo do Milan a época passada e este ano a direção do Empoli fez um esforço financeiro significativo para garantir o jogador a título definitivo, que foi uma das figuras da época passada. Contudo, de momento o “banco” perdeu alguma qualidade, que pode ser reposta com os alvos definidos.

Franco Signorelli, Joshua Brillante, Daniele Croce, Piotr Zielinski

Contratações: Ronaldo (Pro Vercelli, Fim de Emp), Riccardo Saponara (Milan), Rade Krunic (Borac Cacak), Assane Diousse (Juniores)

Saídas: Mirko Valdifiori (Nápoles), Dramane Konaté (Ancona, Emp), Ludovico Gargiulo (Cremonese, Emp), Matías Vecino (Fiorentina, Fim de Emp) e Simone Verdi (Torino, Fim de Emp)

Objetivos: Ledian Memushaj (Pescara), Raffaele Maiello (Crotone)

Avançados: Dos três atuais avançados, é quase certo que o capitão Massimo Maccarone assumirá o comando da equipa no ataque, partindo Manuel Pucciarelli na frente de Levan Mchedlidze para o acompanhar. Contudo, as saídas ditam a necessidade de contratar mais um avançado, sendo que a possível chegada de Raffaele Palladino poderá alterar a equação.

Contratações: Nenhuma

Saídas: Francesco Tavano (Avellino), Emanuele Rovini (Udinese)

Objetivos: Cristian Galano (Bari), Andrea Catellani (Spezia), Diego Falcinelli (Sassuolo), Raffaele Palladino (Parma)

 

Equipas

Equipa A (11 titular)

Equipa B (11 alternativo/suplente)

Equipa C (11 com jogadores comprados/que entraram)

Equipa D (11 só com jogadores que saíram/não jogarão porque serão emprestados)

Equipa E ( 11 só com objetivos para contratar)

Equipa F (Se todos os objetivos viessem para o clube +11 titular)

Ficha técnica do treinador

Nome: Marco Giampaolo

Nascimento: 2 Agosto 1967

Naturalidade: Bellinzona, Suiça

Foi jogador: Sim

Enquanto jogador passou pelo clube: Não

Clubes por onde passou (jogador): Giulianova, Gubbio, Licata, Siracusa, Fidelis Andria e Gualdo.

Palmarés (jogador): Nenhum registo

Clubes por onde passou (treinador): Ascoli, Cagliari, Siena, Catania, Cesena, Brescia e Cremonese.

Palmarés (treinador): Nenhum registo

Ficha técnica do clube

estadio

Ano de Fundação: 1920

Cidade: Empoli

Alcunhas: Azzurri

Estádio: Carlo Castelanni

Capacidade: 19,847

Presidente: Fabrizio Corsi

Palmarés do Clube: Serie B (2005)

Site oficial: http://www.empolicalcio.it/

E-mail: info@empolicalcio.it

Ranking IFFHS: abaixo de 500º

Patrocinadores: NGM Mobile, Gensan, Computer Gross, Joma, Sammontana.

Objetivos

Serie A: Manutenção

Tim Cup: Oitavos de final

Opinião: A época será longa, e pelo caminho á espera do Empoli estarão muitas derrotas e muitos empates. Contudo a equipa apresenta qualidade, podendo fazer frente a algumas equipas que se encontram no campeonato, mas um pequeno desaire colocará em causa as aspirações do Empoli. A maior dúvida julgo que recaia sobre o técnico Marco Giampaolo, nunca é fácil implantar novas ideologias e novos processos. Se for capaz de o fazer em tempo útil, será uma época tranquila para os lado do Carlo Castelanni.

Comentar