Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Quartos de final definidos numa CAN com surpresas

Quartos de final definidos numa CAN com surpresas

Na passada quarta-feira, chegou ao fim a fase de grupos da Taça das Nações Africanas (CAN). Algumas seleções com ambições altas nesta competição ficaram pelo caminho, outras menos favoritas deram um passo em frente à procura da glória. Chegadas a esta fase, tudo lhes pode acontecer nos jogos a eliminar.

 

Duas grandes candidatas eliminadas precocemente

A Argélia de Yacine Brahimi (Porto) e a Costa do Marfim não foram além de um terceiro lugar nos respetivos grupos. Estas duas formações não conquistaram nenhuma vitória e foram as principais desilusões desta prova, já que partiam como candidatas à conquista da mesma. Os costa-marfinenses são ainda os detentores do título.

Esperava-se igualmente mais do Mali de Moussa Marega (Vitória SC) e também da seleção anfitriã, o Gabão, que contou com Sérge Kevyn (U.Leiria). Porém, face ao equilíbrio que havia nos respetivos grupos, à partida, as suas eliminações nesta fase do torneio não era algo que fosse totalmente descabido. Resta também salientar o papel dos países que tinham menos aspirações a seguir em frente. Guiné-Bissau (seleção estreante com 13 jogadores a atuar em Portugal), Zimbabué, Togo e Uganda (com William Kizito do Rio Ave) somaram um ponto no seu percurso e mostraram-se capazes de discutir o resultado dos jogos com qualquer adversário. Apesar disso, acabaram por claudicar nos momentos decisivos.

 

Um português em busca de um sonho que não é impossível

Depois da análise feita a quem já regressou a casa (o Gabão já lá estava), é agora tempo de olhar para quem ainda tem uma palavra a dizer na CAN. Acima de tudo, perspetivam-se jogos bastante equilibrados nestes encontros a eliminar.

O único técnico português presente, Paulo Duarte, ao serviço do Burquina Faso, que conta também com Bouba Saré (Moreirense), vai defrontar a Tunísia. O vencedor deste encontro jogará com quem ganhar o duelo entre outras duas seleções norte-africanas (para além dos tunisinos). O Egito de Ahmed Hassan (Braga) mede forças com o conjunto de Marrocos, que tem no seu lote de atletas o antigo internacional sub 21 português, Manuel da Costa. Em mais dois grandes desafios em teoria, o Senegal enfrenta os Camarões e a República Democrática do Congo joga com o Gana. Os dois vencedores destas partidas atuam frente-a-frente na outra meia-final.

Todos ambicionam chegar à final de Libreville, no entanto, apenas duas o conseguirão. As previsões são complicadas de fazer, contudo, espera-se uma segunda fase de CAN com muita emoção, incerteza e espetáculo  (dentro e fora do relvado), tal como aconteceu na fase de grupos.

 

Quadro dos jogos a eliminar (horas portuguesas e local do encontro):

Quartos de final:

28/01- Burquina Faso vs Tunísia (16:00, Libreville)

28/01- Senegal vs Camarões (19:00, Franceville)

29/01- RD Congo vs Gana (16:00, Oyem)

29/01- Egito vs Marrocos (19:00, Port-Gentil)

 

Meias finais:

01/02- Burquina Faso/Tunísia vs Egito/Marrocos (19:00, Libreville)

02/02- Senegal/Camarões vs RD Congo vs Gana (19:00, Franceville)

 

Jogo de atribuição do 3º lugar:

04/02- Defrontam-se os perdedores dos jogos das meias finais (19:00, Port-Gentil)

 

Final:

05/02- Defrontam-se os vencedores dos jogos das meias finais (19:00, Libreville)

 

Comentar