Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Segunda parte e Denis Suarez fazem Zenit ‘tropeçar’ em Sevilha

Segunda parte e Denis Suarez fazem Zenit ‘tropeçar’ em Sevilha

Denis Suarez

No 1.º jogo de uma das mais interessantes eliminatórias dos quartos de final de Liga Europa, o Sevilha venceu, de remontada, o Zenit de São Petersburgo, por 2 a 1, muito graças a uma segunda parte de luxo por parte dos sevilhanos.

Mercê de uns primeiros 45′ de total controle das operações, a equipa de André Villas-Boas colocar-se-ia em vantagem aos 29′, por intermédio de Ryazantsev. Descaído sobre a esquerda, restou ao russo aproveitar a completa apatia do defesa-central Pareja, que, incapaz de dificultar minimamente a acção adversária, permitiria dois remates a Ryazantsev. O primeiro seria defendido por Sergio Rico, o segundo acabava, por fim, nas redes sevilhanas. Sorria Villas-Boas, sem Hulk, Danny, Criscito ou Smolnikov, mas com Luis Neto, Witsel, Javi Garcia, Garay e um esquema de pura contenção que parecia resultar às ‘mil maravilhas’.

Tudo mudou, porém, na segunda metade. Por culpa de Unai Emery, que soube mexer, por conta do contributo de Mbia, entrado ao intervalo, mas sobretudo por obra de Denis Suarez, o desequilibrador que ajudou a mudar a história de um encontro perdido.

Num ápice, passaram a suceder-se as ocasiões de perigo junto da baliza de Lodygin, e pouco surpreendeu o golo de Carlos Bacca, corria o minuto 73. Nem as alterações levadas a cabo por AVB acalmaram os detentores do troféu da Liga Europa, que ‘investiram’, ‘investiram’ e ‘investiram’, até ‘lucrarem’, e logo com um grande golo, da autoria de Denis Suarez, o tal que saltara do banco para mexer com o jogo. Estávamos nos 88′, e não mais mexeu o marcador, até final.

O segundo jogo entre russos e espanhóis fica agora marcado para daqui a uma semana, desta feita, claro, em São Petersburgo.

 

 

Jogo no Estádio Ramón Sanchez Pizjuán, apitado por Bas Nijhuis

O Sevilha alinhou com: Sergio Rico, Coke (saiu aos 46′ para entrar Denis Suarez), Pareja, Kolodziejczak e Trémoulinas; Krychowiak e Éver Banega; Reyes, Iborra (saiu aos 46′ para entrar Mbia) e Aleix Vidal; Kevin Gameiro (saiu aos 64′ para entrar Carlos Bacca)

Treinador: Unai Emery

O Zenit alinhou com: Lodygin, Anyukov, Luis Neto, Garay, Pareja e Rodic (saiu aos 65′ para entrar Mogilevets); Javi Garcia, Witsel e Shatov (saiu aos 75′ para entrar Khodzhaniyazov); Rondon e Ryazantsev (saiu aos 82′ para entrar Tymoschuk)

Treinador: André Villas-Boas

Golos: Carlos Bacca e Denis Suarez (Sevilha); Ryazantsev (Zenit) 

Cartões: Amarelos para Denis Suarez (Sevilha) e Javi Garcia, Garay e Ryazantsev (Zenit)

http://www.dailymotion.com/video/x2mwq42_all-goals-sevilla-2-1-zenit-st-petersburg-16-04-2015-hd_sport

Comentar