Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Sporting: as Chaves do poder

Sporting: as Chaves do poder

Sporting Clube de Portugal perdeu as chaves para quase todas as competições. Será que a porta continua aberta para esta estrutura?

Jorge Jesus, aposta do Sporting Clube de Portugal desde 2015, era considerado a chave para o sucesso de Alvalade. O treinador entrou com o pé direito e saiu do mesmo ano civil como líder do campeonato. No entanto, os 4 pontos que somava comparativamente ao segundo classificado, subtrai hoje, em dobro, ao líder Sport Lisboa e Benfica.

Na época onde tudo era possível, o Sporting fez o impossível e conseguiu retirar-se, ele mesmo, do campeonato.

Em 2016, o campeonato começou antes do dia 15 de Agosto e fora dos relvados. Os jornais referiam que o clube de Alvalade reforçara a sua equipa com jogadores de qualidade ímpar que, até agora, ainda não conseguiram conquistar os leões.

 

Em ano de eleições em Alvalade, o pânico está instalado. Alguns procuram um presidente que não apoie Jorge Jesus, outros entendem que o problema não está no treinador mas sim no presidente. Afinal quem tem a chave para a verdade? Adrien Silva e William de Carvalho vieram desmentir uma alegada ruptura entre o Presidente e os jogadores. Podemos então concluir que estão em ruptura com o treinador? Ou que não há qualquer tipo de ruptura e a fraca qualidade das últimas exibições tem se devido apenas à baixa qualidade dos jogadores?

Na jornada 17 da Liga NOS 2016/2017, mais era esperado do Sporting Clube de Portugal. O Sport Lisboa e Benfica, líder do campeonato, perdia em casa. Os leões mudavam-se de armas e bagagens para Trás-os-Montes. As águias acabam por empatar e os leões tinham a missão de se aproximar do primeiro lugar. Para isso, bastava entrarem em campo como “valentes lisboetas”, lutar e trazer os 3 pontos para casa. Os transmontanos mostraram de que é que são feitos e a “Missão Chaves” falhou.

Os adeptos do Sporting bateram o pé e mostraram o seu descontentamento. Mais tarde, quando nada parecia poder piorar, aparece o Braga. 1 Fonte, marcou 2 golos e fez a sua equipa ganhar 3 pontos, empurrando o Sporting para 4º lugar. Parece fácil, certo?

Poucos dias depois, acontecera a “Missão Chaves – Ronda 2” e os apoiantes do Sporting precisavam de respostas. Depois de 87 longos minutos, marcados por uma excelente exibição de Beto, Carlos Ponck levou a dele a melhor e mais uma vez a missão falhou.

 

Após a eliminação da Taça de Portugal, os atletas do Sporting e respectiva equipa técnica foram recebidos em Alvalade pelos adeptos que mostraram o seu descontentamento face aos sucessivos maus resultados.

São tempos difíceis para os sportinguistas, a ver vamos se o resultado deste fim-de-semana ditará um voto de confiança ou se se traduzirá numa moção de censura para a presente estrutura sportinguista.

Comentar