Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / O Sporting depois do clássico

O Sporting depois do clássico

A retirar do jogo de ontem, numa visão sportinguista, há muito e muito pouco. Muito pouco porque o apito final de Hugo Miguel pôs fim definitivamente à época desportiva do Sporting. Nem o mais simpático e optimista adepto acredita que o Sporting vá tirar algo mais que o terceiro lugar do campeonato. Há muito porque com a época findada é tempo de tirar ilações e olhar para o futuro.

 O Sporting de hoje foi a equipa que tem sido ao longo de toda a temporada, a equipa dos ‘ses’. Se o Casillas não defende, se o árbitro apitasse de outra maneira, se…se… e se. Os campeões das vitórias morais vestem verde e branco. Há qualidade no plantel? Há! Há mexidas que são necessárias? Sem dúvida. Entrar com este Bryan Ruiz e com Marvin é entrar com dois a menos. Jogadores em baixa forma como Semedo serem titulares numa equipa como o Sporting deixa qualquer Paulo Oliveira a chorar por ter escolhido o clube errado para representar. Veremos como será com a chegada de André Pinto.

O Sporting com este entrar de ‘férias antecipadas’ tem agora que olhar para a próxima época e começar já a definir uma equipa futura. Ter Joel Campbell no onze, por exemplo, deixa de fazer sentido uma vez que não pertence aos quadros do clube. Jogadores como Podence, Geraldes e Palhinha devem ter mais minutos para que os seus crescimentos se mantenham e que venham a dar frutos no futuro. O Sporting tem talentos jovens para dar e vender, mas estes precisam dos enquadramentos necessários para que sejam integrados de uma forma ponderada. Mais urgente que isto tudo é comprar laterais dignos de um clube que queira lutar pelo título de campeão nacional. Esta é a meu ver, juntamente com a posição de 8, as mais fulcrais numa equipa grande. Isto porque, estando numa equipa grande, têm que dar contributo no momento ofensivo da equipa, mas ao mesmo tempo têm que ter capacidade de recuperar nos contra-ataques adversários e cumprirem defensivamente quando defrontam equipas de igual valia.

Posto isto, espero que Jesus se mantenha e que perceba no que errou. Ao presidente peço que não resolva o mercado de verão no último dia de transferências porque por muito genial que seja um treinador, não será fácil cumprir uma época inteira com uma equipa construída em cima do joelho, como aconteceu este ano com o Sporting.

Parabéns ao Porto, soube explorar muito bem as debilidades da equipa leonina.

Comentar