Register  /  Login

O Blog do Futebol em Portugal

Futebol / Vitória SC 1-1 Chaves: um empate justo

Vitória SC 1-1 Chaves: um empate justo

mw-860

Ontem, Vitória de Guimarães e Chaves encontraram-se no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, para um duelo relativo à Jornada 12 da Liga NOS. Os minhotos estiveram em vantagem quase todo o encontro mas, já perto do final, sofreram o tento da igualdade, algo idêntico ao que aconteceu em Tondela na ronda anterior.

Como já é habitual, o público vitoriano apareceu em força ao D. Afonso Henriques, sendo que, do outro lado também estava uma excelente moldura humana que viajou desde Trás-os-Montes, algo bonito de se ver num futebol português tão pobre neste aspeto…

Nota ainda para a manobra de marketing por parte dos locais, que atuaram neste desafio com um equipamento relativo aos anos 50.

Antes do apito inicial, houve lugar a minuto de silêncio em memória das vítimas do desastre aéreo no qual viajava toda a comitiva dos brasileiros do Chapecoense, assim como em respeito por Nuno Grego (membro da equipa técnica do Vitória B, que faleceu vítima de doença prolongada).

Os homens de Pedro Martins entram muito bem no jogo e, logo ao quarto minuto, Hernâni faz o primeiro para o conjunto da casa. Até ao intervalo foram-se sucedendo oportunidades para ambos os lados, com os visitantes a pressionarem muito na reta final do primeiro tempo, com destaque para uma grande intervenção do guardião Douglas mesmo em cima do apito para o descanso, negando assim o golo a William.

Na etapa complementar, os transmontanos mantiveram a toada e acabaram por ser felizes a oito minutos dos noventa, com o recém-entrado Patrão a finalizar com sucesso e a reestabelecer a igualdade. Este foi um golo merecido por parte dos flavienses, penalizando o Vitória, tanto pela sua tentativa de “adormecer” o jogo, como por, em algumas situações de saídas para o ataque, não ter conseguido chegar ao segundo tento.

Já sobre o minuto noventa, Assis, do Chaves, vê o segundo cartão amarelo por falta sobre Bernard, um lance que gerou bastante confusão no relvado, com Rúben Ferreira a ver também a segunda cartolina amarela, ficando assim ambos os conjuntos reduzidos a dez unidades.

Com este resultado, a turma vimaranense mantém-se no quinto posto com 21 pontos, enquanto os homens de Jorge Simão caem para a oitava posição com 16 pontos.

 

 

Comentar